Português Italian English Spanish

Instituto Erling Lorentzen - Desenvolvimento Sustentável e Social

  iesl@iesl.org.br   +55 (27) 3248-0076
Menu

PROTEÇÃO DA FAUNA

Com a Gestão do Recursos Hídricos e a Recuperação da Mata Atlântica, o objetivo nas Fazendas Noruega era formar um ambiente arbóreo, de preferência nativo, com sombra protetora, acúmulo de matéria orgânica e umidade no solo. Esta estratégia permitiu ainda a criação e expansão de refúgios e corredores para a fauna que passou a ser um grande “plantador voluntário”, enriquecendo naturalmente ainda mais o sistema. Estas áreas se tornaram muito mais do que somente de proteção dos recursos hídricos, pois aumentaram a diversidade biológica, valorizaram a paisagem, além de terem possibilitado a implantação de sistemas agroflorestais (SAFs) e turismo ecológico.

Nas Fazendas Noruega, há uma grande riqueza na fauna existente, podendo ser observados individuos como: Icterus jamacaii (Gmelin, 1788) (corrupião), Tangara cayana (Linnaeus, 1766) (saíra-amarela), Hirundinea ferruginea (Gmelin, 1788) (gibão-de-couro), e Phibalura flavirostris (Vieillot, 1816) (tesourinha-da-mata) que tem status de ameaça: Quase Ameaçada versão 3.1 (BirdLife International. The IUCN Red List of Threatened Species. 2016). 

Esta fauna pode ser demonstrada respectivamente em algumas imagens abaixo e entre outras na galeria de fotos.