Português Italian English Spanish

Instituto Erling Lorentzen - Desenvolvimento Sustentável e Social

  iesl@iesl.org.br   +55 (27) 3248-0076
Menu

MANEJO DO CAFÉ ORGÂNICO

As Fazendas Noruega – Pedra Azul, produtoras do Café Orgânico Heimen®, mantêm uma pequena lavoura de Café 100% Arábica, produzido artesanalmente na propriedade em sinergia com os cavalos Fjords que fornecem quase a totalidade dos nutrientes aplicados à cultura em uma área de imenso valor ambiental.

O Café Orgânico Heimen® mantém uma produção de alta qualidade: 

  • Em um sistema agroflorestal (SAF) orgânico (totalmente inserido entre vegetações nativas); 
  • Parcialmente sombreado;
  • Catado plenamente maduro no estágio “Bordeaux”;
  • Descascado sem uso de água, preservando assim os açúcares da fruta;
  • Seco em terreiro suspenso com energia solar (estufas);
  • Selecionados “a dedo”;
  • Torrado sem prejudicar as qualidades naturais, destacando aromas e sabores especiais.

 

                                        

 

Sua maturação é irregular, ocorrendo durante o ano todo, porém sua concentração é durante o período frio e seco.

O plantio é feito em Curvas de Nível onde o espaçamento é determinado pelo relevo e não pelo número de plantas por hectare. O plantio consiste na produção ordenada por meio de linhas com diferentes altitudes do terreno. Essa técnica é essencial para áreas íngremes e ajuda a manter os nutrientes essenciais para o desenvolvimento da produção, evitando erosões do solo. 

Ao mesmo tempo, o incremento, manejo e manutenção da matéria orgânica e da “cobertura viva” no sistema agroflorestal dos talhões, promovem a diminuição da insolação e do impacto direto das chuvas; além do aumento da biodiversidade e reciclagem de nutrientes.

A técnica de Queima Controlada, jamais foi utilizada! Esta consiste no emprego do fogo como fator de produção e manejo em atividades agropastoris ou florestais, e para fins de pesquisa científica e tecnológica, em áreas com limites físicos previamente definidos. Sendo assim a não utilização das queimadas mantem a cobertura morta e a umidade do solo, liberando lentamente os nutrientes da matéria orgânica e diminuindo os riscos de incêndios nos remanescentes florestais. Paradoxalmente, a cafeicultura nas Fazendas Noruega pode ser considerada restauradora dos solos degradados.

As pulverizações são raras ou inexistentes. A restrição a este tipo de intervenção vem devido à não aplicação de qualquer tipo de químico no Café Orgânico Heimen®. Quando ocorrem, estas são limitadas a “água de composto” ou urina de vaca curtida (solução 10%) para controlar a incidência prejudicial do bicho-mineiro (Leucoptera coffeella), além de fornecer pequena quantidade de nitrogênio orgânico da urina. Também não há qualquer cultivo de transgênicos nas Fazendas Noruega.

A maior quantidade de “resíduo sólido” das Fazendas Noruega é a serragem de madeira utilizada nas camas dos cavalos Fjord, que juntamente com o esterco (in natura) e com a urina dos animais são reservados em Mata Nativa para serem convertidos em composto e promoverem a adubação do Café Orgânico Heimen®.

 

Cama_dos_cavalos                              Compostagem_mata

 

As Fazendas possuem também uma Tulha, local onde pode ser acompanhado o beneficiamento do Café Orgânico Heimen®, produzido ecologicamente correto, a partir das oportunidades e valores locais. É uma construção inspirada nos “Stabbur”, que são os locais onde os fazendeiros Noruegueses estocam os grãos.

 

        Tulha           

 

No andar superior fica o local de Armazenagem do café Heimen (100% Arábica), produzido no sistema orgânico, nas Fazendas Noruega. Depois de sair das estufas de secagem o café é acondicionado em sacos “Grain-Pro”, que garantem por mais tempo a qualidade dos grãos e depois colocado dentro de barricas de jequitibá. Todo lote de café sai da estufa de secagem com informações sobre o talhão de origem (Ventania, Liquidambar, Nascente, Pedra ou Terra Nova), data de entrada e saída da estufa, e condições climáticas do dia da colheita.

No andar inferior fica a Sala de Qualidade. Depois de descer da Armazenagem, o café é pilado para tirar o pergaminho, membrana que envolve e protege o grão. Depois cada lote de café é separado em peneiras, de acordo com o tamanho de cada grão. O café Heimen é separado nas peneiras 19, 18, 17 e abaixo de 17. Esse processo vai garantir uma uniformidade na torra, já que os grãos de tamanhos diferentes atingem o ponto ideal em momentos diferentes. Depois de peneirado o café vai para a mesa de seleção, onde são retirados grãos defeituosos (quebrados, imaturos e “concha”) e também o “moca”, que é um grão arredondado e que tem muitos apreciadores.

Além do café, que já alcançou fama internacional por seu sabor diferenciado, a Tulha também possui uma sala de degustação e envasamento.

De aroma e sabor marcantes, o Café Orgânico Heimen® pode ser degustado na Cafeteria do Fjordland, onde pode se ter vista da Pedra Azul, um monumento rochoso com quase 2.000 metros de altitude.

 

                               

 

O Café Orgânico Heimen® possui Selo de Qualidade, concedido pelo Instituto Chão Vivo (ICV) e Selo Orgânico.

 

 Selo_Café_Orgânico_Heimen